Os Saltimbancos Trapalhões

Os Saltimbancos Trapalhões – O Musical é o espetáculo que marca a estreia de Renato Aragão nos palcos. Dirigido pela dupla Charles Moeller & Claudio Botelho. O texto da montagem foi inspirado no conto ‘Os Músicos de Bremen’, que também deu origem à peca ‘Os Saltimbancos’, dos italianos Sergio Bardotti e Luis Enríquez, e ao filme ‘Os Saltimbancos Trapalhões’ (1981), da RA Produções. As letras das músicas foram criadas por Chico Buarque. Livian Aragão teve papel de destaque na produção.

O Guerreiro Didi e a Ninja Lili

A história se passa no inicio do século vinte. Lili (Livian Aragão) é a filha de um jovem oficial europeu convocado para a guerra. Um Mestre oriental fica responsável pela educação dela, principalmente na milenar arte que deu origem aos NINJAS. O Mestre recebe uma carta comunicando o desaparecimento do pai de Lili na frente de batalha. Ele, então, manda Lili de volta para a Europa para ser criada por sua única parenta viva, Morgana, sua milionária tia materna que odeia crianças. Ele resolve enviar um guardião para a menina e conta com um voluntário para a missão: DIDI. Entretanto, o trapalhão tem uma forma “peculiar” de utilizar seu treinamento ninja, o que não raramente resulta em confusões.

Didi quer ser Criança

Terceiro de seis filmes em que atua ao lado do pai, Livian Aragão participou de “Didi quer ser Criança”, que conta a história de Didi, um provador de balas que tenta convencer as crianças a não provar doces de um concorrente que usa corantes e ingredientes artificiais que fazem mal à saúde.

 

Flor do Caribe

Convidada por Jayme Monjardim, Livian teve sua primeira experiência em uma novela global em 2013, quando viveu a personagem Marizé em Flor do Caribe. Era filha de Donato e Bibianca, e irmã de Hélio e Felipe. Fã de Cristal, ao fazer 15 anos ganhou um show de presente da cantora caribenha.